sábado, 5 de abril de 2014

Acordo Ortográfico: o que muda (síntese)

As alterações provocadas pela reforma que agora entra em vigor vêm simplificar e sistematizar vários aspetos da ortografia do português e eliminar algumas exceções, harmonizando as regras de escrita seguidas nos diferentes países e territórios em que o português é língua oficial. Como o nome do acordo indica, apenas a ortografia é alterada, continuando a pronúncia e o uso das palavras a ser o mesmo.

Por outro lado, o Acordo Ortográfico apenas uniformiza as regras de escrita, e não a forma de todas as palavras.
Continuam, como tal, a existir diferenças entre a forma como se escreve em diferentes países, sempre que as regras o permitam e a variação existente a isso obrigue.
Não são também alvo de uniformização formas isoladas que tradicionalmente, sem que seja por ação de uma regra, têm escritas diferentes nos vários países em que o português é falado.
As alterações afetam os seguintes aspetos:

>> algumas palavras que anteriormente escrevíamos com maiúscula inicial passam, agora, a escrever-se obrigatoriamente com inicial minúscula e e alargado o uso opcional de minúsculas e maiúsculas iniciais;

>> são eliminados os acentos em alguns casos que constituíam exceção;

>> são eliminadas algumas consoantes mudas que não pronunciamos mas tínhamos que escrever;

>> alguns aspetos da utilização do hífen são sistematizados.

Nas páginas seguintes, são explicadas as mudanças em cada um destes aspetos da ortografia do português.
Cada mudança é exemplificada com palavras que são afetadas pelas alterações agora introduzidas, sendo sempre indicada a forma nova que assumem.
Após apresentação do que é alterado, são assinalados também casos em que a ortografia não muda, de modo a esclarecer eventuais dúvidas.
No final é apresentada uma lista para consulta rápida das palavras de uso frequente cuja grafia é alterada.

Estudando a Lingua Portuguesa